terça-feira, 12 de julho de 2016

Resenha: O Livro do Destino - Raphael Miguel

Título: O Livro do Destino
Autor: Raphael Miguel
Páginas: 212
Edição: 1ª
Editora: Chiado
Ano: 2016
Gênero: Fantasia

Sinopse: O que você faria se recebesse um artefato capaz de alterar o destino de pessoas ao seu redor, interferir no futuro e destruir realidades? O que faria se um instrumento de tamanho poder caísse em suas mãos? Praticaria o bem ou mal? Utilizaria para sanar as desgraças do Mundo ou para alcançar objetivos egoístas? Tentaria salvar àqueles ao seu lado, ou salvaria apenas a si mesmo? Eric Dias é um rapaz de recém feitos dezessete anos. Pacato, vive uma vida tranquila, sem grandes preocupações.  No entanto, um presente inusitado pode alterar para sempre seu destino e de todos ao seu redor. O que o rapaz fará com tal responsabilidade sobre seus jovens ombros?

"Conhece-se pelo nome de destino a força sobrenatural que atua sobre os seres humanos e as circunstâncias que estes vão enfrentando ao longo da sua vida. O destino é uma sucessão inevitável de acontecimentos à qual nenhuma pessoa pode escapar.
A existência do destino supõe que nada acontece por acaso, mas que tudo tem uma causa já predestinada, isto é, os acontecimentos não surgem do nada, mas sim desta força desconhecida.
A corrente filosófica do determinismo defende que todos os pensamentos e todas as ações humanas se encontram causalmente determinados por uma cadeia de causa e consequência. Para o determinismo forte, não existe nenhum acontecimento que seja por acaso ou coincidência, ao passo que o determinismo fraco sustenta que existe uma correlação entre o presente e o futuro, submetida à influência de eventos aleatórios."

"Nós é que traçamos o próprio destino."

Eric tinha uma agradável e forte relação com seu avô materno, Regis. Até o momento em que o adolescente de dezessete anos recebe a lamentável notícia de que o avô havia desencarnado. 
Como herança, o ancião lhe deixou um belo e antigo livro. Porém, o que o jovem viria a descobrir mais tarde, não poderia ser mais surpreendente. Tal artefato era mágico. Teria o poder de mudar o destino da humanidade.
Mas de que forma? Era a dúvida de Eric, já que aquele volume tratava-se de um encadernado com todas as páginas em branco.

Mas é claro que quando se torna portador de um objeto tão significante quanto o "livro do destino", a tranquilidade vai embora, dando lugar às dúvidas, à ansiedade, às noites de insônia e a curiosidade de mudar tudo.
O que será que Eric fez? Com o destino não se brinca.

Com a ajuda de outros personagens, que são peças chave no enredo, incluindo o milionário e rabugento tio-avô de Eric, Gastão, o qual já teve experiências com o livro no passado, o jovem tomará conhecimento de alguns acontecimentos providos do objeto e começará a usá-lo.
A partir daí, você começa a vivenciar com o garoto, o melhor amigo Vitor, seu irmão Ermes, o guardião Nathaniel, os efeitos decorrentes do manuseio do "livro do destino"

Uma fantasia muito bem elaborada pelo autor que vai te deixar vidrado na estória até o último capítulo.

À algumas páginas do desfeche da estória, já se poderia imaginar qual seria a sábia decisão do jovem Eric. Mas, confesso que até fiquei um tempinho tentando digerir o final que o autor escolheu para o livro.


"No fim das contas tudo está conectado. O acaso, o tempo, o destino, tudo converge para um propósito maior no fim."


Gostei bastante da leitura, que flui sem embaraços. A narrativa é simples e de fácil compreensão. Te envolve.
Senti que faltou um pouco de envolvimento com alguns personagens, mas dado ao final do enredo, isto foi compreensível.

Recomendo muito a leitura. Concordo plenamente com o autor em muitos pontos de vista. Pois, na trama, discute-se a hipótese de mundos paralelos.
Uma teoria que mescla-se ao enredo trazendo um pouco de ficção-científica.


"Existem mistérios que não podem ser revelados. Mistérios longe da limitada compreensão humana."


Publicado pela Editora Chiado, editora parceira do Blog, "O Livro do Destino" é o primeiro, de muitos, de Raphael Miguel, que já participou de diversas antologias e está com alguns projetos literários em andamento.

8 comentários:

  1. Oie, recebi outro dia um livro da Chiado em minha casa e tô com expectativa grande sob ele.
    Este livro é uma fantasia bem leve e gostosa de ler, pelo que vi, gosto dessas histórias que unem gerações de família.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Eu li um livro dessa coleção chamado "O Segredo dos Caandeiros" e superou muito minhas expectativas - apesar de ser grande.
    Gostei da resenha e espero poder ler em breve...essa coleção Viagens na Ficção parece ser boa!

    ResponderExcluir
  3. Oiii amiga, como vai?
    Garota eu sou completamente apaixonada por essa obra do autor, eu gostei muito de ter lido e quero reler o quanto antes <3 parabéns pela resenha e as fotos, ficaram lindas demais.
    Beijinhosss

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Eu não conhecia essa obra. É uma ótima indicação, pois gostei muito da premissa que o livro trás.
    Sem contar que se a leitura flui e a narrativa é simples, já posso adicionar na minha lista.
    Ótima resenha, meus parabéns e as fotos ficaram lindas.
    Beijos
    http://casinhadaliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem.

    Achei a premissa muito interessante. E gosto desta pegada de mundos paralelos, curto filmes e séries com este tema. E adoro ficção científica, com certeza leria. Adorei a dica.

    http://chalecult.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que enredo mais bacana! Gostei muito da sua resenha e a obra me interessou bastante! A Chiado realmente tem ótimos títulos e têm nos ajudado a descobrir ótimos talentos da nossa literatura!
    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá flor, já vi algumas resenhas dessa obra e fiquei bastante curiosa pois o enredo parece ser ótimo...A editora vem trazendo ótimos títulos.

    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Achei bem interessante e se me recordo bem, tem um filme semeljante com esse de alterar o destino... Gostei, provavelmente preferiria um protagonista mais velho, mas provavelmente lerei se tiver oportunidade.

    ResponderExcluir