terça-feira, 26 de julho de 2016

Resenha: Império Dos Guerreiros - Rodrigo Ponciano

Título: Império Dos Guerreiros
Autor: Rodrigo Ponciano
Páginas: 240
Edição: 1ª
Editora: Hope
Ano: 2016
Gênero: Fantasia

Sinopse: Uma terra de guerreiros, lendas e criaturas antigas. Acompanharemos Tolien, um jovem sonhador, filho de fazendeiros que vivem no Reino de Menestron,
Grande Oeste, a famosa “Capital dos guerreiros” que se destaca por seu grande poder militar, além de possuir as maiores arenas de treino para jovens guerreiros. 
Aduzam, o grande mago Supremo, iniciou a procura pelo novo escolhido dos deuses para partir em busca da espada do Rei Dragão, perdida há séculos. Com Kerza, o “espadachim andarilho”, e Eikki, filho do senhor do Norte, mudará a vida do jovem sonhador. Tolien terá uma grande jornada pela frente e, suportando as consequências de suas escolhas, provará sua dignidade e valor nas arenas.

Tolien é um menino de 11 anos. Filho de fazendeiros. Sonha em um dia ser um guerreiro. Aficionado por seus livros de aventuras, os quais lhe permitem viajar para um mundo repleto de lendas, de heróis e batalhas, onde os grandes guerreiros sempre saem vitoriosos, lutando com orcs, dragões e as mais incríveis criaturas que se possa imaginar, e são reconhecidos mundo afora. Mas o que ele não sabe, é que a realidade não é bem assim. Porém, viria a saber, posteriormente.

Criado na fazendo e acostumado a ajudar os pais nos afazeres do campo, Tolien jamais saiu do lugar de onde nasceu.
O que conhece do mundo, apenas leu nas histórias de bravos guerreiros e as imaginou com seu primo, Rogardes, nas aventuras que costumavam inventar.

Tolien e sua família vivem em 
Menestron. Um território agrícola, conhecido como a “Capital dos guerreiros”. Um lugar com o poder militar em evidência e palco das maiores arenas de treino de guerreiros.

O enredo é ambientado na Quarta Era. Composta por magos, bárbaros, orcs, dragões, anões, duendes e outras criaturas fantásticas. 
Uma lenda de que há uma poderosa espada, que encontrada por seu sucessor
pode estabelecer uma aliança entre os reinos, vem à tona quando o Mago Aduzam, desperta de seu sono de reparação, convocado pelos deuses à partir em busca do herdeiro portador do poderoso artefato. A Espada do Rei Dragão. Schandar.

O jovem escolhido pelos deuses é Tolien. O garoto sonhador, que vivia naquela humilde fazenda, e não tivera a sorte de nascer com sangue guerreiro, seria o portador de Schandar.


"Às vezes sentia vontade de gritar, porque sua cabeça parecia estar ponto de explodir com tantos penamentos. Tentava não pensar no futuro, contudo, era inevitável. Muitas vezes, dormir era difícil em meio ao caos de sua mente. Em outras vezes agradecia a chegada do sono porque poderia descansar sua mente e se livrar da solidão. Entretanto alguns sonhos pareciam reais, como se o mundo cobrasse pelo seu destino."

Agora, o mago convocado para treinar o jovem Tolien, Aduzam, na companhia de Kerza, o espadachim andarilho, e o bárbaro Eikki, o filho do senhor do Norte, iniciarão sua missão num treino que durará por alguns ciclos, e consistirá na resistência física em combates corporais, aos quais "o escolhido" será submetido até que esteja pronto para partir em jornada pela busca de Schandar e estabelecer assim, a aliança entre os reinos que, desta forma, não viverão mais em guerra.

"— Não te agrada a forma de treinamento dada a futuros guerreiros?
— Tanta violência nunca me agradou. Muitos preferem erguer espadas e mostrar sua força a ter um bom diálogo, Enquanto existir ignorância nos corações, será impossível o reinado da paz."

Conheceremos, ainda, a bela jovem Samira, conjuradora e uma das melhores arqueiras de Menestron. Amiga de infância de Tolien e seu primo Rogardes, por quem ambos nutrem grande afeiçãotambém mostrará toda sua coragem nas arenas de treinamento.
Mas, nem tudo são flores, é claro. E o que seria de um bom livro de fantasia se não houvessem os importunos patifes? Como, o grande general do Oeste, Lamorde, e os demais guerreiros que não aceitam a presença de Tolien nas arenas, o julgando não ser digno do legado que recebeu.

Acompanhe a formação do guerreiro e o início da Nova Era em Império dos Guerreiros. O primeiro volume da trilogia O Rei Dragão.
Duzentas e quarenta páginas, com uma narrativa leve e rica em detalhes, em que o autor nos transporta a um mundo de aventuras com sangrentas batalhas entre guerreiros e criaturas antigas. 
Um enredo que possui um conteúdo histórico e nos ensina grandes lições, apesar de tudo.

E, a edição da obra esta linda. A Editora Hope caprichou, mesmo!
E uma coisa que eu acho indispensável em livros do gênero, é a existência de um mapa. E o autor pensou nisso! E nos brindou com um nesta edição fantástica do livro.
Páginas levemente amareladas e uma diagramação impecável, com ilustrações em meio aos capítulos, que enriqueceram a história.

Meu personagem preferido foi o mago Aduzam. O garoto Tolien é o protagonista, mas o mago foi fundamental. É um  personagem com o qual você aprenderá muito lendo cada página. E foi o que me fez dar a classificação de excelente ao livro.

Guerreiros e guerreiras, sejam muito bem vindos! À partir de agora, cabe a vocês, sobreviverem nas arenas de Menestron.


Clique aqui e conheça mais sobre Império do Guerreiros e como adquirir seu exemplar.
























0 comentários:

Postar um comentário